Início Geral Policia prende 12 envolvidos em tráficos, roubos , homicídios, ocultação de cadáveres,...

Policia prende 12 envolvidos em tráficos, roubos , homicídios, ocultação de cadáveres, tortura, ameaças e estupros em São Luis

86
0

A Polícia Civil realizou, na manhã dessa quarta-feira (18), a “Operação Demolição” no bairro do São Raimundo e adjacências, em São Luís, objetivando cumprir 17 mandados de prisão temporária e 12 de busca e apreensão contra membros de facção com atuação na região metropolitana da capital.

Foram presas 12 pessoas, dentre elas as mulheres identificadas como Elizabeth Nogueira Soares, conhecida como “Dona Beta”; Ducilene Rocha dos Santos, conhecida como “Dulce”; e Cristiane Bianc

Foram cumpridos mandados de prisão contra cinco detentos do sistema penitenciário que, mesmo aprisionados, comandavam diversos crimes como tráfico de drogas – o carro-chefe da atividade criminosa desempenhada pelo grupo – roubos, homicídios, ocultação de cadáveres, tortura, ameaças e estupros.

Eles identificados como Mauro Alves Soares, conhecido como “Demolidor”; Mauro Campos Alves Neto, o “Maurinho”; Luís Henrique Lima Fernandes Filho, o “Luizinho”; Tones Gabriel Moraes Aguiar, o “Shrek”; e Alexandre Santos Silva, o “Xande”. Os crimes eram praticados por outros investigados.

Segundo a polícia, os líderes da fação, Mauro Soares e seu filho Mauro Neto comandavam as ações dos demais comparsas em visitas que recebiam, através das quais repassavam as ordens por meio, principalmente, de bilhetes escritos à mão.

O principal braço direito dos dois líderes, segundo indicam as investigações, é a faccionada Taize Tobias Silva, conhecida como “Princesa”, companheira de Maurinho e responsável, dentre outras funções, por controlar o “caixa” do grupo criminoso e manter atualizado o cadastro dos faccionados. “Princesa”, juntamente com outros quatro representados encontram-se na condição de foragidos.

Também foram presos na operação João Vitor De Araújo Barros, conhecido como “Drogba”; Pablo, conhecido como “Menorbrod’; Sandro e Leoni de Sousa Caxias. As investigações feitas pela Polícia Civil, em especial pelas Superintendências da Capital (SPCC) e de Homicídios (SHPP), apontam para a prática de pelo menos seis homicídios de adversários de outras facções e até dissidentes da própria organização.

Suspeita-se que os corpos foram enterrados dentro da área de mata fechada próximo ao bairro do São Raimundo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui