Início Brasil Imposto de Renda 2019: evite os principais erros na hora de declarar

Imposto de Renda 2019: evite os principais erros na hora de declarar

45
0

O período de declaração de imposto de renda para 2019 começou – vai do dia 7 de março até 30 de abril – e está mais curta que o normal. Está obrigado a declarar para o leão quem recebeu rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 em 2018, mesmo valor de 2017. Saiba as exigências no site de Receita Federal

É possível fazer a declaração via computador ou smartphone/tablet nas plataformas disponibilizadas pelo governo. A principal diferença do Imposto de Renda 2019 para o ano anterior é que agora é necessário informar o CPF de todos os dependentes independente da idade. Para além desta mudança, há outros questões que podem gerar problemas na hora de declarar. Listamos abaixo as mais comuns e como evitá-las.

Erros com a origem dos rendimentos

Um dos principais erros cometidos na hora de preencher os rendimentos está na hora de colocar os rendimentos com alugueis. Por ser uma atividade muitas vezes intermediada pela administradora, muitas vezes ela é declarada oriunda de pessoa jurídica. Porém o pagamento é feito pelo inquilino, logo o dinheiro recebido pelo aluguel é caracterizado por pessoa física.

Erros de digitação

Um caractere errado pode trazer problemas totalmente contornáveis, como o fato da receita não aceitar ponto como separado entre reais e centavos. Números arrendondados também devem ser evitados.

Não omita rendimentos

A regra pode parecer óbvia, mas ainda assim é importante ser ressaltada. Qualquer inconsistência na declaração é motivo para cair na malha fina. Resgata de previdência privada? Declare. Bolsa estágio do filho/dependente? Declare. Outra dica sobre de dependentes: eles só podem estar na declaração de uma pessoa, então em caso de filho de casal, coloque-o na declaração da mãe ou do pai.

Já para produtos de previdência como PGBL e VGBL, os dois devem estar na declaração, mas apenas o primeiro pode ser deduzido.

Gastos com saúde

Não declare despesas médicas pagas por você por pessoas que não estão listadas como dependentes. Em casos de um contribuinte pagar o plano de saúde de toda a família – mas nenhuma constar como dependente – o valor não poderá ser deduzido. Cada gasto precisa ser especificado com nota fiscal em cada uma das declarações.

Nem toda educação traz dedução

Declare todo tipo de gasto com educação, mas tenha em mente que só cursos regulares, como escola de nível fundamental e médio e faculdade, podem ser deduzidos. Cursos preparatórios ou de língua não entram neste categoria.

Aposentados ainda não se aposentaram do Imposto de Renda

Caso você seja um aposentado que ganha acima da banda tributável, deve prestar contas ao leão. Esse grupo é caracterizado por ganhar mais de R$ 1.903,98 ao mês no ano calendário 2018 a partir do mês que completar 65 anos. O dinheiro recebido acima do valor da banda deve constar na ficha “Rend. Trib. Receb. De Pessoa Jurídica”.

Declarar valores de bens

Ao declarar imóveis, carros e outras posses, é preciso colocar o custo de aquisição, e não o valor de mercado atual.

Sobre a venda de bens

É preciso declarar a venda de bens, especificando se houve ou não ganho de capital. Em caso de ganho – quando a venda foi mais cara do que a compra – ela é passível de tributação. É de suma importância guardar comprovantes de compra e venda.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here