Início Maranhão 11º preso por assalto em Castelo tem ligação com presidiários de Pedrinhas

11º preso por assalto em Castelo tem ligação com presidiários de Pedrinhas

256
0

(Foto: Divulgação/ SSP-PI)

O Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco) prendeu o último suspeito de participar do ataque ao GPM de Castelo do Piauí e tentativa de roubo ao Bradesco do município. Gean dos Santos Rocha, 34 anos, foi localizado nessa quinta-feira (15) na casa sua mãe, localizado no bairro Santa Angélica, zona Sul de Teresina.

De acordo com o coordenador do Greco, Tales Gomes, Gean atuou na elaboração do planejamento do crime.

“Ele [Gean] confirmou que participou. Ele ajudou Wallinson Gordinho no planejamento do crime. Foi ele também que fez o resgate dos outros participantes e levou para uma casa no bairro Morada do Sol, na zona Leste”, contou o delegado.

O suspeito também teria sido o responsável pelo transporte das armas utilizadas no crime.

Gean é primo de Wallisson, apontado com um dos líderes da quadrilha. A família deles seria “voltada para o crime”.

Segundo o delegado, Gean e Wallinson possuem parentesco com dois presidiários que cumprem pena por roubo no Complexo de Pedrinhas, no Maranhão.

Delegado Tales Gomes, coordenador do Greco (Foto: Izabella Pimentel/ Cidadeverde.com)

O carro utilizado por Gean no resgate, um corsa cor branca, foi apreendido. Gean já tem passagem na polícia por crime de dano ao patrimônio. Com a prisão dele, o Greco encerra o inquérito que apurou o ataque ao Grupamento da Polícia Militar (GPM) e tentativa de roubo ao banco Bradesco.

O crime foi praticado dia 19 de fevereiro. Na ação, viaturas da polícia foram metralhadas.

No total, 11 pessoas foram presas e um suspeito morto em troca de tiros com policiais.

Carro utilizado no resgate (Foto: Izabella Pimentel/ Cidadeverde.com)

 

Flash Izabella Pimentel

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here